top of page
Buscar

Crise de Ansiedade? Aprenda Como Identificar e Controlar sem Remédios

Atualizado: 28 de jan.

Aprenda a identificar e controlar uma crise de ansiedade e descubra estratégias eficazes para lidar com sintomas intensos sem remédios.



Mulher negra com moletom cinza chorando
Crise de ansiedade: como controlar

Você já se encontrou em uma situação em que sentiu que o mundo ao seu redor estava desmoronando e seu coração disparando? Se sim, você pode estar familiarizado com uma crise de ansiedade.


Neste guia, vou explicar o que é uma crise de ansiedade, seus sintomas comuns e estratégias eficazes para identificar e controlar esses episódios, da mesma forma que explico aos meus pacientes no consultório.




O Que É Uma Crise de Ansiedade?


Uma crise de ansiedade, também conhecida como ataque de pânico, é um episódio súbito e intenso de ansiedade que pode fazer você se sentir como se estivesse perdendo o controle ou enfrentando uma ameaça iminente.


Uma crise de ansiedade é resultado de uma resposta do sistema nervoso autônomo, que é responsável por controlar funções corporais involuntárias, como frequência cardíaca e respiração. Durante uma crise, ocorre uma desconexão entre a mente, o corpo e o ambiente, levando a sintomas físicos e emocionais intensos.


Quais são os sintomas de uma crise de ansiedade?


Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, mas muitas vezes incluem:


  • Respiração ofegante e falta de ar: Você pode sentir dificuldade em respirar, como se não conseguisse obter ar suficiente.

  • Palpitações e dores no peito: Seu coração pode bater mais rápido do que o normal, acompanhado de sensações de aperto ou desconforto no peito.

  • Fala acelerada: Sua fala pode ficar rápida e desordenada devido à ansiedade.

  • Tremores: Movimentos involuntários podem ocorrer devido ao excesso de tensão.

  • Agitação de pernas e braços: Você pode sentir uma necessidade incontrolável de mover as pernas ou os braços.

  • Tensão muscular: Seus músculos podem ficar tensos, causando dor ou desconforto.

  • Tontura e sensação de desmaio: Uma sensação de vertigem ou desmaio pode ocorrer durante uma crise.

  • Enjoo e vômitos: A ansiedade intensa pode levar ao enjoo e até mesmo a vômitos.

  • Irritabilidade: Você pode ficar facilmente irritado durante uma crise de ansiedade.

  • Enxaqueca: Dores de cabeça intensas podem acompanhar a ansiedade.

  • Boca seca: Sua boca pode ficar seca, e seus sentidos podem ficar amplificados.

  • Insônia: A ansiedade pode afetar seu sono, levando à insônia.

  • Preocupação excessiva: Pensamentos ansiosos e preocupações persistentes são comuns durante crises.

  • Dificuldade de concentração: A ansiedade pode prejudicar sua capacidade de se concentrar em tarefas.

  • Ondas de frio ou de calor: Algumas pessoas têm ondas de frio ou de calor durante os episódios, incluindo suor excessivo.

  • Medo constante: A sensação de que algo terrível vai acontecer ou de que você pode perder o controle.


Esses sintomas podem variar em intensidade, mas quando ocorrem em conjunto, podem criar uma experiência aterrorizante durante uma crise de ansiedade.



Como enfrentar uma crise de ansiedade?


Cada pessoa é única, e o que funciona para controlar a ansiedade pode variar. Não há uma abordagem única que funcione para todos, mas há várias estratégias que você pode considerar.


É fundamental conhecer a sua ansiedade e experimentar diferentes técnicas para descobrir o que funciona melhor para você.




O que fazer antes de uma crise de ansiedade


É importante saber que a prevenção é muitas vezes mais eficaz do que a reação durante uma crise. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a lidar com a ansiedade antes que uma crise ocorra:


  • Manejo de estresse: Aprenda a identificar e evitar gatilhos de estresse em sua vida.

  • Evite cafeína e outros estimulantes: Substâncias como a cafeína podem aumentar a ansiedade, portanto, evite-as quando possível.

  • Faça pausas regulares nas atividades: Tire um tempo para fazer exercícios de respiração ou alongamento durante o dia.

  • Pratique a meditação: A meditação pode ajudar a acalmar a mente e reduzir a ansiedade.


O Que Fazer Durante uma Crise de Ansiedade?


Quando uma crise de ansiedade ocorre, é importante saber como agir. Aqui estão algumas opções que você pode considerar, dependendo do momento e da intensidade da crise:


  • Respiração lenta e profunda: Pratique a respiração controlada para acalmar seu corpo. No meu instagram, eu mostrei uma forma simples de praticar um tipo de respiração indicada para quem sofre de ansiedade. Clique aqui para ver.

  • Técnica Grounding 54321: Concentre-se em cinco coisas que você pode ver, quatro que pode tocar, três que pode ouvir, duas que pode cheirar e uma que pode saborear.

  • Banho em temperatura agradável + respiração: Um banho relaxante pode ajudar a acalmar o corpo.

  • Relaxamento muscular progressivo: Experimente técnicas de relaxamento para reduzir a tensão muscular.

  • Contagem regressiva olhando para cima: Olhar para cima estimula o sistema nervoso, reduzindo a pressão arterial e diminuindo a respiração. Olhe para o alto e conte calmamente de 10 até 0. Repita quantas vezes forem necessárias.

  • Medicamentos Prescritos: em quadros graves, o seu médico pode prescrever medicamentos para ajudar a controlar os sintomas de ansiedade, especialmente se as crises forem frequentes ou graves. Sempre siga as orientações do seu médico ao tomar medicamentos.


Inclua uma frase de encerramento


Seja breve. Reafirme seu ponto principal e diga aos leitores o que fazer em seguida. Não tenha vergonha de dizer coisas como: Compre agora, Clique aqui ou Leia isto e crie um link para a frase. Você pode convidá-los a deixar um comentário abaixo do seu post.


O Que Fazer Depois de uma Crise de Ansiedade?


Se você já passou pela experiência extremamente desagradável de uma crise de ansiedade, é importante procurar avaliação médica para excluir possíveis causas clínicas e psicológicas. Um profissional de saúde mental pode ser fundamental para identificar o que está acontecendo, fazer o diagnóstico correto e estruturar o tratamento a longo prazo.





Conclusão


As crises de ansiedade podem ser desafiadoras, mas com conhecimento e estratégias adequadas, é possível controlá-las. Lembre-se de que não há uma solução única, e o que funciona para você pode ser diferente do que funciona para outra pessoa.


Se você enfrenta crises de ansiedade frequentes ou graves, é fundamental procurar ajuda de um profissional de saúde mental. Com apoio adequado, você pode aprender a gerenciar sua ansiedade e retomar o controle sobre sua vida.



Bruna Campos

CRM 5291655-2 RQE 23225

Bruna Campos é médica psiquiatra, com graduação e residência pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Possui pós-graduação em Comportamento Alimentar, Psiquiatria da Infância e Adolescência e formação em Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness, Psicologia da Saúde Ocupacional e Psicoterapia Positiva (IpQ-USP). É palestrante e oferece conteúdos e produtos sobre saúde mental em seus canais digitais. Além disso, possui formação em Gestão de Clínicas e Consultórios pelo Instituto Albert Einstein de Ensino e é consultora em gestão de consultórios e posicionamento digital para profissionais da saúde.










Comentarios


bottom of page